Dilma, ao NYT: “Eu realmente incomodo os parasitas e vou continuar incomodando”

Em entrevista ao jornal norte-americano The New York Times, divulgada na terça-feira (7), a presidenta Dilma Rousseff afirmou que tem esperanças de voltar ao Palácio do Planalto e barrar o impeachment. Ao jornal, a petista disse que acredita que senadores favoráveis ao seu afastamento podem mudar de ideia diante de fatos recentes que colocam a legitimidade do governo interino de Michel Temer em xeque. A matéria foi divulgada, inclusive, antes da imprensa brasileira noticiar o pedido da Procuradoria-Geral da República ao Supremo Tribunal Federal (STF) de prisão de cacíques do PMDB, legenda do interino.

size_810_16_9_dilma-rousseff-em-dezembro-de-2015

Na entrevista, Dilma disse ainda que “nunca pensou que chegaria a ver um governo tão conservador como este” e reforçou que o processo de impeachement, como um todo, configura um golpe.

“Eles sempre quiseram que eu renunciasse, mas eu não vou. Eu realmente perturbo os parasitas e vou continuar a perturbá-los”, disparou.

Ao periódico, que classificou Dilma como “uma das únicas políticas brasileiras de peso que não está envolvida com corrupção”, a presidenta ainda rebateu críticas daqueles que a culpam pela crise econômica.

“A economia estaria em vias de recuperação se o Congresso não tivesse travado as medidas que poderiam restaurar a confiança”, pontuou.

Fonte: Revista Forum

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s